Consórcio PCJ recebe homenagem da Prefeitura de Campinas

Saiba mais!

  • 7/6/2019 08:05
  • Usina Ester
  • Usina Ester

Como parte das Comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado hoje, dia cinco de junho, a Prefeitura de Campinas (SP) homenageou sete personalidades de destaques na área socioambiental da região com a entrega do Certificado "Professor Paulo Nogueira Neto". O secretário executivo do Consórcio PCJ, Francisco Lahóz, e o diretor da Bacia do Médio Tietê do Departamento de Água e Energia Elétrica (DAEE), Luiz Roberto Moretti, foram homenageados pelos trabalhos na área de gestão de recursos hídricos e saneamento. 

Durante a cerimônia de premiação, o secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), Rogério Menezes, falou da importância da data para estimular a reflexão sobre a sustentabilidade e da necessidade de união dos atores em torno da preservação do meio ambiente. 

"Vivemos hoje uma situação muito preocupante quanto à questão ambiental e ressalto a necessidade de união de todas as frentes de trabalho neste momento difícil. Aproveito para parabenizar os homenageados de hoje pela efetividade e persistência no trabalho" disse Menezes. 

O vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira, enfatizou a "paixão" com que os servidores da SVDS realizam seus trabalhos. "Essas pessoas se rendem às atividades e vão fundo. É uma grande equipe fazendo coisas que realmente importam ao meio ambiente". 

O secretário executivo do Consórcio PCJ enalteceu que a Região Metropolitana de Campinas vem atuando de forma participativa e suprapartidária na implementação de ações que garantem a melhoria da qualidade do saneamento, dos recursos hídricos e do meio ambiente. "Ao longo dos anos, foram verificadas grandes conquistas nessa área. A atuação participativa de lideranças regionais permitiu o surgimento de novas propostas, ideias e projetos que contribuíram para a melhoria da segurança hídrica", comentou Lahóz. 

Criado em Campinas, em 2012, o Diploma de Mérito Socioambiental tem por objetivo agraciar os cidadãos brasileiros ou estrangeiros dignos de homenagem por meritórios serviços prestados às questões socioambientais. O documento recebeu o nome de "Certificado Professor Paulo Nogueira Neto" para homenagear um dos pioneiros da preservação ambiental no Brasil. Nogueira Neto morreu em 25 de fevereiro de 2019, aos 96 anos. 

Assim, foi formulado o prêmio Dr. Paulo Nogueira Neto, um dos pioneiros na luta pela preservação e fiscalização ambiental de nosso país, primeiro Ministro do Meio Ambiente do Brasil e o principal articulador para a implantação da primeira política meio ambiente. 

Veja lista completa de todos os homenageados com o Certificado Professor Paulo Nogueira Neto: 

Dioneti Santin - engenheira agrônoma pela Esalq, mestre e doutora em biologia pela Unicamp e pesquisadora do Nepan (Núcleo de Estudos em Pesquisas Ambientais).Conduziu o trabalho de mapeamento das áreas verdes de Campinas fornecendo subsídios para o Plano Municipal do Verde e o Plano de Manejo da APA. 
José Roberto Carvalho Albejante - ingressou no Ministério Público do Estado de São Paulo em março de 1987. Trabalha na Comarca de Campinas desde dezembro de 1990. De 1993 a 2012 atuou na área de interesses difusos e coletivos, com destaque nas áreas de defesa da cidadania, consumidor, habitação e urbanismo e meio ambiente natural, cultural e do trabalho. 
Edilson Vitorelli Diniz Lima - contribuiu de forma propositiva para a melhor formação de políticas públicas e gestão das Unidades de Conservação em Campinas, especialmente a Mata de Santa Genebra e APA Campinas. 
Maria Ananias Ferreira de Sousas - a mineira "Donana" chegou a Campinas em 1974, e foi morar no bairro Carlos Gomes com marido e 4 filhos. Montou a Associação Amigos de Bairro e lutou para levar ao local as redes de água, energia elétrica, escola estadual e melhorias no transporte urbano. Durante a elaboração do Plano de Manejo da APA, foi uma das lideranças mais atuantes. Morreu em 16 de março de 2019, em um acidente de carro. Foi conselheira do Congeapa. 
Roseli Buzanelli Torres - mestre em biologia vegetal e doutora em ciências pela Unicamp, faz parte da equipe técnica do Instituto Agronômico de Campinas, na área de botânica. Elaborou o Atlas Socioambiental da Bacia do Anhumas, em parceria com a Prefeitura de Campinas, com o objetivo de traçar diretrizes e metas para a recuperação do trecho urbanizado do Rio Anhumas. 
Luiz Roberto Moretti - engenheiro civil com mestrado em agronomia, na área de irrigação e drenagem, e doutorado na área de hidráulica. Exerceu vários cargos no Comitê e Agência de Bacias PCJ. 
Francisco Carlos Castro Lahóz dedica-se ao Consórcio PCJ desde 1991; coordenador de projeto de difusão tecnológica em gestão dos recursos hídricos com abrangência a 11 estados brasileiros e de programas similares regionais; vários livros e trabalhos técnicos publicados; professor universitário e especialista em gestão dos recursos hídricos. 
Sobre o Consórcio PCJ: 
O Consórcio PCJ, fundado em 1989, é uma associação civil de direito privado, composta por 42 municípios e 25 empresas associados, que atua como uma agência de fomento, planejamento e sensibilização, com o objetivo de recuperar e preservar os mananciais, além de discutir a implementação de políticas públicas voltadas à gestão da água. A entidade é referência nacional e internacional na gestão de recursos hídricos, sendo membro de importantes entidades internacionais, como: O Conselho Munidial da Água, a Rede Internacional de Organismos de Bacias (Riob), a Rede Latino-Americana de Organismos de Bacias (Relob) e a Rede Brasil (Rebob). 


0 Comentário(s)