Empresas vão migrar para o interior? O home office veio para ficar? Veja destaques da live com XP Inc. e LinkedIn

Live aborda mudança da XP Inc. para São Roque, no interior de São Paulo, e discute como serão os novos espaços de trabalho após a pandemia

  • 10/7/2020 13:32
  • Usina Ester
  • Usina Ester

SÃO PAULO O anúncio da migração da sede da XP Inc., do maior centro financeiro do Brasil, para São Roque, cidade do interior de São Paulo, provocou uma avalanche de discussões sobre como será o novo local de trabalho após a pandemia.

E para dar sequência ao assunto, nada melhor do que ir direto à fonte e ouvir quem é autoridade no assunto. Por isso, o InfoMoney realizou nesta quarta-feira (08), uma live com a gerente-executiva de Gente e Gestão da XP Inc., Lana Brandão, e com o diretor-geral do LinkedIn na América Latina, Milton Beck.

No bate-papo, além de mergulhar nos novos conceitos de espaços de trabalho, os executivos falam sobre temas como: os erros das empresas na adaptação ao home office; os novos processos de recrutamento online; como se dar bem nas entrevistas em tempos de pandemia; e os aprendizados sobre foco e disciplina após meses de trabalho em casa.

Fuga para o interior?
Lana ressaltou que a Villa XP, nome dado à nova sede da XP Inc., foi criada para consolidar as transformações que a pandemia provocou no mundo corporativo. "Queremos trabalhar de qualquer lugar sem precisar estar no escritório ou ter um local definido para ir todo dia. É flexibilidade para os funcionários. A ideia é que seja um espaço de convivência, usado para fins específicos, como treinamentos, onboarding, teste de produtos, recepção de clientes, entre outras coisas", diz.

Apesar do otimismo com as novidades como a da XP Inc., Milton Beck defende que as empresas estão se reposicionando e avaliando como se encaixar nesse novo momento.

"A adaptação depende muito do setor em que a empresa atua, do nível de digitalização que tem. Os cenários são bem distintos para as companhias. Há uma redução no número de aluguel de escritórios comerciais e pode ser que isso se acentue nos próximos meses. Muitas pessoas querem ir para o interior agora, mas acredito em um meio termo para o médio prazo", afirma.

Para ele, a fuga para interior não deve acontecer em larga escala. As empresas de modo geral vão encontrar modelos híbridos. "A adoção de home office, que muita empresa achava impossível, se provou possível. Mas muitas coisas do espaço físico se perdem fora do escritório. Elas devem mesclar dias presenciais com os dias à distância", diz. 

link: https://www.infomoney.com.br/carreira/xp-e-linkedin-falam-sobre-exodo-do-eixo-faria-lima-jk-e-respondem-o-home-office-sera-eterno/


0 Comentário(s)